sexta-feira, 12 de setembro de 2008

GP da Itália

Em 1921 foi disputado pela primeira vez o Grande Prêmio da Itália, vencido pelo francês Jules Goux a bordo de uma Ballot. Esta prova tem presença marcada desde a primeira temporada da Fórmula 1.


Localizado próximo à cidade de Monza, ao norte de Milão, o Autódromo Nazionale Monza foi construído em 1922, é uma das pistas mais tradicionais do automobilismo mundial. Com longas retas, o circuito de Monza é considerado um dos mais velozes da Fórmula 1 atual, permitindo que os pilotos mantenham o bem embaixo por mais da metade da volta. A pista é praticamente plana, possui poucas elevações e exige muito mais dos motores do que dos próprios pilotos. A fantástica curva Parabólica é um dos destaques de Monza, feita a velocidade média de 200 km/h.


Os brasileiros que venceram em Monza foram Emerson Fittipaldi com uma vitória (1972), Nelson Piquet com três triunfos (1983, 1986 e 1987), o gênio Ayrton Senna com duas conquistas (1990 e 1992) e Rubens Barrichello também com duas conquistas (2002 e 2004).

Circuito: Monza
Corrida:
53 voltas / 306,720 km
Extensão:
5,793 km

ÚLTIMAS CORRIDAS

Vencedores
2007 - Fernando Alonso (ESP) McLaren - 1h18min37s806, média de 234,047 km/h

2006 - Michael Schumacher (ALE) Ferrari - 1h14min51s975, média de 245,814 km/h
2005 - Juan Pablo Montoya (COL) McLaren - 1h14min28s659, média de 247,096 km/h
2004 - Rubens Barrichello (BRA) Ferrari - 1h15min18s.448, média de 244,374 km/h


Poles
2007 - Fernando Alonso (ESP) McLaren - 1min21s997, média de 254,336 km/h

2006 - Kimi Raikkonen (FIN) McLaren - 1min21s484, média de 255,937 km/h
2005 - Juan Pablo Montoya (COL) McLaren - 1min21s054, média de 257,295 km/h
2004 - Rubens Barrichello (BRA) Ferrari - 1min20s089, média de 260,395 km/h

Melhores Voltas
2007 - Fernando Alonso (ESP) McLaren - 1min22s871, média de 251,653 km/h

2006 - Kimi Raikkonen (FIN) McLaren - 1min22s559, média de 252,604 km/h
2005 - Kimi Raikkonen (FIN) McLaren - 1min21s504, média de 255,874 km/h
2004 - Rubens Barrichello (BRA) Ferrari - 1min21s046, média de 257,320 km/


Chegamos a Monza, casa da Ferrari, e Felipe Massa está a apenas dois pontos do líder Lewis Hamilton. Agora com a escuderia italiana trabalhando a seu favor, esta será a chance do brasileiro sair da Itália com a liderança do campeonato, mas tenho certeza que o inglês venderá caro a ponta da tabela. A disputa está intensa e quem ganha é o público, ao menos que queiram interferir nos resultados da prova, é claro.


Abraços!


Leandro Montianele


9 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

Sempre excelente o post que antecede o GP! E ainda mais com Monza,um GP tão tradicional!Aliás esse é o GP 500 da Williams,vamos lá to torcendo por um bom resultado da Williams!

Raúl y Pablo disse...

es el mejor circuito en lo q a velocidad a tiempo por vuelta se refiere va a ser una carrera apasoionante

Thiago Raposo disse...

Olá Leandro...
Percebi que o link do "Café com F1" ainda é o antigo...
Será que você poderia, por gentileza, atualizar? O novo é: www.cafecomf1.com

Valew!

Felipe Maciel disse...

Esse é O circuito. Monza é bom demais, acho fantástica essa pista. Vencer lá é uma consagração...

Daniel Leite disse...

É sempre um bom GP o de Monza. Mais rápido e oferecendo mais alternativas do que alguns circuitos travados, fornece emoções e boas corridas. Acho que a BMW pode vir forte e que Kimi Raikkonen será um piloto a ser batido. É só ver o resultado do treino de sexta.

Até mais!

Alexandre Massi disse...

confesso q a GP2 está monopolizando minha atenção, leandro. Seria muito bom que o senna ganhasse e levasse uma vaga na f1 em 2009.

Impressionante sobre a f1 é o desempenho da renault neste circuito, pelo menos nos treinso livres. O alonso havia falado que teriam dificuldades.

Abs

Paulo Maeda™ disse...

Monza é um templo da velocidade, tomara que a chuva proporcione um grande espetáculo.
Muito legal seu blog, sempre que puder passarei por aki.

GiglioF1 disse...

Leandro,
Beleza de cobertura...como sempre...
Acho que nao chove.
Os brasukas tem bom retrospecto aqui...
Esta parabólica é de tirar o folego!!!

abraco!

Alexandre Ribeiro disse...

Estou ficando repetitivo, mas elogiar o que é bom nunca se torna cansativo: sempre venho aqui para aprender com os posts elucidativos que antecedem as corridas.