terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Bruno Senna, será ?

Nas últimas semanas tem se especulado muito quanto ao que Bruno Senna fará neste ano. São várias notícias rolando soltas e por enquanto nada de concreto sobre o futuro do piloto foi confirmado. Muito se fala em um possível rotorno da Honda, que depende de um bom suporte financeira para voltar.

Fico me perguntando se seria bom negócio para Bruno entrar numa equipe de Fórmula 1 que nem carro ainda tem, sendo que falta pouco mais de um mês para o início da temporada. Será que o piloto teria estrutura psicológica para andar todo ano no fundo do grid, tomando tempo da Force India? Porque se a Honda voltar é bem provável que isso aconteça.

Mas existe um ponto positivo também, pois Senna poderia conseguir uma boa rodagem na categoria e assim amadurecer para quem sabe no próximo ano chegar a uma escuderia melhor. Como ele mesmo disse: "É melhor estrear na Fórmula 1 nessas condições difíceis do que ficar de fora."

Me parece que o garoto tem total consciência das dificuldades que irá enfrentar, mas somente lá dentro é que ele terá as dimensões reais do que lhe aguarda. Muitos já dizem que as negociações estão quase fechadas e o anúncio virá em breve. Resta aguardar e torcer para que Bruno Senna se dê bem na Fórmula 1.

Leandro Montianele

7 comentários:

Marcelonso disse...

Grande Leandro,

Bruno demonstra muita sobriedade e equilibrio,tem um discurso pé no chão,bem o oposto de um outro "brazuca" que conhecemos.
O fato de vir a correr por um espólio do que sobrou de uma equipe que um dia sonhou ser grande pode ser bom,porque terá teoricamente um periodo sem pressões,de aprendizado e que dependerá somente dele para alçar voos maiores.
Eu aposto(e torço muito) minhas fichas que ele estará na Australia.

abraço

Felipão disse...

Pelo jeito, vai acabar a pé mesmo...

só se sair o negócio da Virgin...

Diego Maulana disse...

O Bruno Senna tem plena consciencia do que está fazendo. Andar por um carro que não irá andar nem no pelotão intermediário é dificil, mas pode lhe dar quilometragem e se ele for constante, pode conseguiur algo melhor para 2010.

Ótimo blog Leandro e obrigado pelos elogios ao No Mundo da Velocidade.

http://nomundodavelocidade.blogspot.com/

Leandrus disse...

É bom ele ter em mente que se conseguir uma vaga nessa equipe, vai sofrer muito, já que ela estará atrasada em relação as demais. Mas, pelo que vi na entrevista dele na Sportv, ele parece bem pés no chão mesmo, sabendo de todas as dificuldades que vai sofrer e até mesmo sabendo que perdeu um belo aprendizado no automobilismo, já que ficou um tempo parado após a morte do tio.

Bom, mas a minha preocupação mesmo é que as pessoas mais leigas entendam que ele não é novo Ayrton Senna e que não deverá conseguir milagres nas primeiras corridas...

Ateh!

Alexandre Ribeiro disse...

Caro Montianele:

Acho que Bruno deveria arriscar sim, porque se ele não fizer nada pode pôr a culpa no carro, rsrsrs.

Grande abraço e bom carnaval

Ron Groo disse...

Também acho que ele tem consciencia do que é estar na f1, e mais não consigo ve-lo assinando contrato com uma equipe que nem existe, que nem motor tem.
Ele vai chegar a F1, mas acho que não vai ser este ano.

Paulo Maeda™ disse...

também acho q essa história está otimista demais pro Bruno. Arriscado demais, e pelo que vi a Mercedes tah cobrando alto pelo motor.

Leandro, obrigado pela indicação lá no Prêmio, eu ainda não tive a chance de retribuir, mas vlw!