sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Esse é o Nelsinho Piquet que conhecemos!


Normalmente não costumo fazer isso, mas encontrei este video no Blog Motorizado, do Ylan Marcel, onde mostra o momento exato que o "grande" Nelsinho Piquet roda em plena volta de apresentação do Grande Prêmio de Cingapura. O piloto da Renault buscava um melhor aquecimento dos pneus, forçou demais e deu uma giradinha básica para não perder o costume.

Este é apenas um dos muitos momentos "meia roda" vividos por Nelsinho "Braço Duro" Piquet na temporada 2008 da Fórmula 1. Neste ano acho que será complicado para ele novamente, pois tudo é novo e a pouca experiência dele pode fazer diferença na pista.

Pelo jeito o veremos na Stock Car ou na Fórmula Truck em 2010, se tiver vaga... rsrsrs.

Abraços!

Leandro Montianele
video

15 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

é Nelsinho é o "cara"! Quem sabe ele nos surpreenda?

dificil!rs

OCTETO RACING TEAM disse...

Leandro...

vc não perde a chance de pegar no pé do menino hein??
Como disse o Marcos quem sabe ele nos surpreenda...

E vc lembra do Mafffiinha na Inglaterra!??? Um piãozinho!!! hehehehehhehehe

Bjinhosssss do Octeto para vcs!!

Tati

Ron Groo disse...

Ainda assim acho ele melhor que o sobrinho do Senna, que é puro produto de marketing das industrias Senna Inc.

Sobre o Futebol Carioca disse...

ele esta de parabens

Luiz G disse...

É impressão minha ou você não aposta suas fichas no talento do Nelsinho?

Alexandre Ribeiro disse...

Caro Montianele:

Também acho que não vinga... E o pior é que o cara ocupa um cockpit valioso no qual poderia estar Vettel ou o Nico.

Anselmo Coyote disse...

Kkkkkk.... mostrar rodadas e otras cositas mas num F1 é fácil. Quero ver apontar quem não rodou. Na Grécia, numa categoria de base, o velho Nelson Piquet estava na pole e engatou uma ré. Quando deu a largada ele simplesmente acelerou e soltou a embreagem. Nem é preciso falar a merda que foi, com mais de 20 carros atrás dele. Mas, o resto da história daquele "meia-roda", "braço-duro" que virou "tricampeão mundial" passou ao vivo e a cores para 6 bilhões de olhos atentos... rsrsrsr. E o mais interessante é que o menino-Piquet estreou melhor que o pai, melhor que o Senna e melhor que qualquer um na F1, exceto o Hamilton e sua Mc Laren.
Ribeiro, meu amigo, vc é um gozador. Dizer que aquela carroça é um "cockpit valioso"... sem comentários.

Marcelonso disse...

Salve Leandro,


Precisamos lembrar nosso camarada Anselmo logo acima,que quem vive de passado é museu.
Nelsão foi fabuloso,um grande piloto,mas no presente seu filho ainda não mostrou a que veio,além disso fala demais e nada faz!
Ele não pode nem escolher estratégia na equipe,vai sempre naquela baladinha cagada,com gasolina até no capacete,e nesse ano nada vai mudar.
Ah! Vettel é mais um novato que coloca Nelsinho no chinelo.
Anselmo não é nada pessoal,é minha opinião.

abraço

Felipão disse...

Lamentável esse moleque... além de braço duro, não consegue mostrar nada do que falou qdo estava fora,,,

Anselmo Coyote disse...

Salve Marcelonso, grande figura.
A rodada do Piquetzinho foi no ano passado, meu camarada (então é lembrança, como tudo que ficou pra trás). Vc não observou que o Piquetzinho só não estreou melhor que o Hamilton. Acho que vc queria que ele tivesse sido campeão na estréia... hehehehe!!!

Marcelonso disse...

Anselmo meu camarada,


Lá vamos nós discutir sobre o Nelsinho mais uma vez.
Olha ,admiro sua esperança e postura quando o assunto é Nelsinho.Já que não levou o campeonato no ano de estreia,nesse agora vai...
Prometo que não vou mais falar nada contra ele em lugar algum até o inicio do campeonato,no meu blog tu cumprindo a promessa,agora se ele fizer cagada me aguente!!!!

grande abraço

Pezzolo disse...

eu boto fé nele! o alonso também rodou na volta de apresentação na espanha...

Anselmo Coyote disse...

Amigo Marcelonso, se vc parar de falar do Nelsinho eu vou discutir com quem? E o que é pior, eu vou "zoar" a quem quando o pimpolho começar a pontuar? Então, meu caro amigo, "desça a lenha", "deite falação" e depois me aguente... heheheh!!!!
Eu nunca espero muito de um estreante, muito menos naquela carroça da Renault. Acertadamente, a Renault deu o "pouco mais de meio carro" que tinha ao bi-campeão Alonso e adotou a estratégia de rezar até com pai-de-santo para a carroça não quebrar.

Pelozzo: Boa lembrança. Como eu disse, quem não rodou com um F1? Resposta fácil: EU, porque o mais perto que cheguei de um foi a uns 400 quilômetros (distância BH/RJ).

Pensando alto (e esse temporada que não começa nunca... putz!).

Um grande abraço.

Breiller disse...

Haha! Meia-roda de mão cheia mesmo. Mas o rapaz é novo no circuito, coitado. Cabe mais um voto de confiança (risco?) pra ele.

jocasipe disse...

Adorei. ;-)