domingo, 27 de setembro de 2009

Hamilton vence fácil em Cingapura


O grande nome em Cingapura neste final de semana foi Lewis Hamilton. Após cravar a pole position, Hamilton venceu com muita facilidade nas ruas do circuito de Marina Bay. Virando sempre num ritmo forte, o inglês não teve problemas durante as 61 voltas da corrida. Em um certo momento Vettel chegou a presionar o atual campeão, mas nada que ameaçasse sua liderança. A McLaren mostra mais uma vez nesta temporada sua força em circuitos com características de baixa.

Um surpreendente Timo Glock a bordo de sua Toyota, talvez tenha sido a grande surpresa da corrida. Beneficiado pelas punições de Rosberg e Vettel, o alemão conquistou uma incrível segunda posição. O benefício que Glock obteve não tira o mérito de sua conquista na pista. Pódio mais do que merecido para o piloto da equipe japonesa.

Em meio a uma grande crise o consolo da equipe Renault acabou sendo o ótimo terceiro lugar conquistado por Fernando Alonso. Só mesmo o piloto espanhol para conseguir colocar a escuderia francesa no pódio, já que o R29 não é um bom carro.

Sebastian Vettel, da Red Bull, chegou na quarta colocação, mas tinha tudo para ficar entre os três primeiros. Quando acupava o segundo lugar, Vettel excedeu o limite de velocidade no pit e recebeu uma punição por isso. A penalidade tirou suas chances de pódio na corrida e piloto da RBR acabou saindo no prejuízo.

Provavelmente Jenson Button tenha sido o maior beneficiado no fim do GP de Cingapura. O inglês, que vinha sendo ameaçado por Barrichello no campeonato, conseguiu chegar na frente de seu companheiro de equipe, após boa estratégia de pit stop. Button também se deu bem com a entrada do safety car antes da primeira parada. No geral as coisas deram certas para o líder do campeonato, que no fim teve problemas de freio, mas nada que tirasse seu quinto lugar. A diferença subiu para 15 pontos e o inglês só perde este título para ele mesmo.

Rubens Barrichello tinha tudo para diminuir a diferença em relação ao líder do campeonato, mas as coisas acabaram não indo bem para o brasileiro da Brawn GP. Barrichello não foi eficiente a ponto de conseguir permanecer à frente de Button. Perdeu a posição no pit stop e no fim teve que se contentar com a sexta colocação. Matematicamente ainda é possível para Rubinho, mas faltando apenas três corridas fica bem mais difícil tirar esses pontos.

Enquanto o companheiro de equipe vence, Heikki Kovalainen chega apenas no sétimo lugar com a McLaren. O Polonês Voador Robert Kubica, da BMW Sauber, completou os oito primeiros do Grande Prêmio de Cinpagura.

O campeonato ganha contornos de decisão e o Grande Prêmio do Japão, no próximo fim de semana, pode ser o divisor de águas da temporada. Um bom resultado de Button sacramenta de vez o título, mas uma bobeada do inglês pode dar força para Barrichello na disputa.

Classificação Final

1 - Lewis Hamilton (ING/McLaren) - 61 voltas em 1h56min06s337
2 - Timo Glock (ALE/Toyota) - a 9s634
3 - Fernando Alonso (ESP/Renault) - a 16s624
4 - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) - a 20s261
5 - Jenson Button (ING/Brawn GP) - a 30s015
6 - Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP) - a 31s858
7 - Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) - a 36s157
8 - Robert Kubica (POL/BMW) - a 55s054
9 - Kazuki Nakajima (JAP/Williams) - a 56s054
10 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - a 58s892
11 - Nico Rosberg (ALE/Williams) - a 59s777
12 - Jarno Trulli (ITA/Toyota) - a 1min13s009
13 - Giancarlo Fisichella (ITA/Ferrari) - a 1min19s890
14 - Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India) - a 1min33s502
Não completaram
Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso) - volta 48
Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso) - volta 48
Mark Webber (AUS/Red Bull) - volta 46
Adrian Sutil (ALE/Force India) - volta 24
Nick Heidfeld (ALE/BMW) - volta 20
Romain Grosjean (FRA/Renault) - volta 4

Leandro Montianele

6 comentários:

Ridson de Araújo disse...

Fui ver agora...parece que teve um problema no câmbio do Rubinho na segunda parada. Como não mostraram na transmissão, não deu p/ entender pq ele chegou depois...Segundo o Rubinho ele tinha feito na pista a vantagem necessária, mas o safety car e o pit stop deram essa vantagem...puts!

Felipão disse...

hahahahahah

fiquei puto com o Rosbife, Leandro. Aquilo lá não merece ser piloto da Williams. Quanto ao resumo, fantástico...

Marcelonso disse...

Leandro,

Essa corrida foi muito chata,uma das piores que tenho lembrança.

Hamilton além de sobrar,teve a vida facilitada por Rosberg e Vettel que se auto-excluiram,se bem que duvido muito que pudessem superar o ingles.

Alonso e Glock foram muito bem,tiveram a ajuda da sorte,mas fizeram por onde.

Era certo que Button ficaria a frente,quando sairam os pesos ontem.
É muito melhor largar em 11º do que em 10º,afinal vc está livre para escolher a gasolina.

abraço

Anselmo Coyote disse...

Leandro,
Bacana sua análise.

A corrida realmente foi fácil p/o Hamilton. Mas ele cavou isso na classificação. Foi ali que ele ganhou a corrida, já que ultrapassagens nessa m.rda de autódromo é artigo de luxo.

Abs.

Leandrus disse...

Pois é, xará, agora a corrida em Suzuka terá contornos dramáticos. Rubinho terá de forçar muito e qualquer erro praticamente dará o título a Button. Deveremos ter uma prova muito emocionante na semana que vem - ou pelo menos muito tensa.

Totalmente o oposto do que tivemos hoje.

Paulo Maeda™ disse...

éh, ow corridinha chata a de ontem, tava quase pescando no sofá, 2 horas de uma fila indiana... bom, hamilton e glock merecem os méritos por ontem, até msm o espanhol queixudo pelo pódio. E o Button soh perde se fizer besteiras como a do "Rosbife" ontem rs Flw