domingo, 26 de abril de 2009

Button vence no deserto do Bahrain


Todos achavam que a Brawn GP tinha caído de produção e não apresentaria um bom rendimento no Bahrain, mas o desempenho da equipe provou totalmente ao contrário e venceu de forma mais que merecida com o piloto Jenson Button.

O inglês após a largada ultrapassou seu compatriota Lewis Hamilton e ganhou o terceiro posto. Button imprimiu um ritimo muito forte e depois da parada no box conseguiu voltar na primeira posição, de onde não saiu mais até o fim da corrida. Jenson tem sido muito regular até o momento, venceu três das quatro provas da temporada e lidera o campeonato com doze pontos de vantagem para seu comanheiro de equipe, vice líder.

Na segunda colocação ficou o jovem talento da Fórmula 1, Sebastian Vettel, da RBR. Mesmo sem o chamado divusor duplo, a equipe Red Bull tem mostrado muita força, principalmente com Vettel no volante. O piloto alemão poderia até ter brigado por vitória se tivesse largado melhor, mas de qualquer forma este lugar no pódio foi merecido. Vettel já tem sido apontado como um dos pilotos que brigará pelo título.

Jarno Trulli, da Toyota, fechou o pódio com o terceiro lugar. Acredito que a equipe japonesa foi uma das decepções da corrida, pois se criou uma expectativa muito grande diante deles. O italiano largou na pole, mas não conseguiu se sustentar na frente e perdeu posição no pit stop para Button e Vettel. No final, o terceiro posto não foi o esperado pela equipe que adiou mais uma vez o sonho de vencer a primeira corrida.

Mostrando mais uma vez toda sua capacidade de evolução, a equipe McLaren conseguiu a quarta posição com o piloto Lewis Hamilton. O atual campeão fez uma boa prova, largou muito bem e chegou a pular para terceiro, mas logo em seguida foi ultrapassado. Hamilton andou forte e por boa parte da corrida acompanhou Toyota e RBR. A McLaren tem chegado, acredito que em breve estará em condições de igualdade com as escuderias da ponta.

Rubens Barrichello, mais uma vez, tomou um vareio de seu companheiro de equipe e terminou em quinto. Barrichello em um determinado momento da prova vinha numa tocada rápida de recuperação, mas foi para o pit stop antes do esperado, optando por uma tática com três parada. Até o momento, Rubinho ainda não conseguiu superar Button e vai ficando em segundo plano na equipe. O brasileiro permanece em segundo no campeonato.

Finalmente, após três corridas, a Ferrari conseguiu marcar pontos e abriu vantagem para a Force India no Mundial de Construtores (que disputa emocionante) . Kimi Raikkonen fez a lição de casa, pilotando de forma regular conseguiu uma boa sexta posição. O finlandês guiou dentro dos limites do carro, pois a escuderia italiana continua não apresentado um bom rendimento.

O alemão Timo Glock, da Toyota, era o mais leve do grid e chegou a liderar a corrida por algumas voltas. Glock não realizou uma boa provas e perdeu muitas posições, o sétimo lugar não foi bom para o piloto que poderia ter terminado numa melhor colocação.

Fernando Alonso, da Renault, fechou os oito primeiros. O espanhol fez o que foi possível com o péssimo carro da equipe francesa. Mesmo com o novo difusor a escuderia de Briatore não tem andado nada.

Felipe Massa teve sua corrida comprometida logo na primeira curva após quebrar a asa dianteira num toque com seu companheiro de equipe e terminou apenas em décimo quarto. Nelsinho Piquet, após muitas homenagens, guiou sem cometer erros e chegou em décimo.

O Grande Prêmio do Bahrain foi movimentado apenas no início, depois os carros ficaram distantes um do outro e a corrida esfriou um pouco. Daqui duas semana, na Espanha, começa a fase européia da Fórmula 1 e quem sabe surpresas poderão vir por aí.

Caros leitores, estarei viajando a trabalho na segunda, terça e quarta-feira. O Loucos por F-1 voltará a rotina normal e divulgará o resultado do Bolão somente quinta-feira.

Leandro Montianele

13 comentários:

Willian Freitas disse...

Button decidiu mesmo na ultrapassagem no Hamilton, depois era ''só'' esperar.

Até que enfim pontos para a Ferrari, mas não é pra comemorar. Espero que na Espanha o carro melhore e que em Monaco ou Turquia venha o ''carro novo''.

Abraço!

Fábio Andrade disse...

O que acontece com a Renault é a prova de que não é apenas uma peça que decide o sucesso de um carro. É preciso muito mais do que isso.

Felipão disse...

Acabei de dizer isso no blog do Maciel. Muitos acreditavam que seria o inpício do declínio, mas a Brawn foi lá e confirmou que continua em busca do título. E foi uma vitória misturando estrategia e ultrapassagem na pista... Grande prova da Brawn,,,

Bruno Santos disse...

Corrida realmente movimentada no início e que depois caiu um pouco na burocracia. Cena impagável entre Barrichello e Piquet disputando posição. Button dispara e a Brawn reafirma o título de primeira equipe no pelotão.
A Toyota foi uma decepção mesmo, mas nada se compara ao fisco da BMW, em total decadência...

(Leandro, falta mudar o nome da próxima corrida naquela coluna da direita, ainda tá do Bahrein) Que venha logo o grande prêmio da Espanha e os novos pacotes aerodinâmicos.
Abraços

kimi_cris disse...

Grande corrida, e Button voltou a vencer mas desta vez com mais luta.

Grande Abraço!

Kimi_Cris

Leandrus disse...

Nem achei a corrida ruim; mas as anteriores foram tão movimentadas que estranhamos um ritmo mais lento de corrida no final, rs

Incrível como a Toyota não consegue manter rendimento quando possui uma boa posição de largada em mãos. Resultado muito decepcionante para quem fez dobradinha no grid de largada. Mais decepcionante que isso, acho qeu só as Williams, que na prática só possui um piloto e que, mesmo com um carro bom, fica longe de render o mesmo que mostra nos treinos de sexta.

Ateh!

Ron Groo disse...

Foi uma vitória justa, claro, mas fico com medo de que as estratégias se sobressaiam às ultrapassagens novamente.
Depois que Button assumiu a ponta a corrida perdeu em agressividade.

Alexandre Ribeiro disse...

Caro Montianele:

Button venceu por antever que precisava mesmo era deixar Vettel e Hamilton para trás e acompanhar de perto o ritmo de Trulli, soube fazer tudo isso com competÊncia e venceu à la Alain Prost.

Marcelonso disse...

Leandro,

Não foi a BrawnGP que caiu de produção,foram os demais que chegaram.Só que dessa vez Button tirou da manga,pilotou como um verdadeiro campeão.


abraço

Breiller disse...

O Button realmente aproveitou o carro que tem para se impor frente as atrapalhadas Toyotas. Detalhe que a Brown já tem (quase) o dobro de pontos da segunda colocada nos construtores. Se o Rubinho parasse de reclamar e se preocupasse mais em correr, a vantagem estaria ainda maior. E a Ferrari, pelo visto, apesar da melhora relativa, se mostra cada vez mais incapaz de emplacar nessa temporada...

Abraço, Leandro.

De Gennaro Motors disse...

isso ai RUBINHOOO hehehe bola pra frente !

Henry disse...

Leandro,
A largada do Kimi e do Lewis foram show e além do Button vs Lewis, teve também uma passada do Kimi no Glock e do Alonso no Trulli como destaques.

1abraço

SAVIOMACHADO disse...

Grande Leandro. Gostei muito da corrida. Uma pena Barrichello fazer aquela parada sem necessidade. Mas no mais foi muito boa mesmo.
Leandro, o teu blog está muito bacana. Meus parabéns.
Grande abraço!!
SAVIOMACHADO