domingo, 12 de julho de 2009

E a Red Bull te dá asaaaaas.


Bom dia amigos do Loucos por F1.

Neste domingo, pudemos acompanhar o ingresso de mais um piloto no seleto hall de vencedores da categoria. O australiano Mark Webber, que há muito vem merecendo esta vitória, como bem colocou o Leandro ontem após a classificação, finalmente a alcançou neste fim de semana. Com uma atuação irretocável, sobrou na pista e levou um triunfo para a Austrália 28 anos depois. Agora, ocupa a terceira colocação no Mundial de Pilotos.

Em segundo lugar, seu companheiro de equipe, o menino Vettel, o rápido Vettel, o talentoso Vettel, que ainda peca, talvez por sua inexperiência, mas tenho certeza que trilhará um grande caminho na categoria. Além de segundo na corrida, também é vice-líder no Mundial.

Em terceiro lugar, o mais fantástico do fim de semana. Com sua Ferrari limitada e problemática, Felipe Massa tirou o máximo que podia do carro de Maranello e chegou ao seu primeiro pódio na temporada. Tenho certeza que amanhã, nosso amigo Leandro o indicará para o troféu Papa Léguas.

Em quarto, com outra brilhante corrida, vem o alemão Rosberg, da Williams. Quieto como sempre, sem muito estardalhaço em suas corridas, vem galgando importantes degraus na categoria e somando preciosos pontos para a equipe de Frank Williams. Muito boa prova.

Na quinta colocação, o líder do campeonato Jenson Button, que sofreu com a estratégia equivocada da Brawn e também com a incapacidade da equipe de acompanhar seus principais concorrentes. Segunda corrida seguida com um resultado fraco. Certamente a preocupação começa a chegar aos boxes da equipe estreante.

Em sexto, o brasileiro Rubens Barrichello, que chegou a ter pinta de vencedor logo no início da prova, mas infelizmente, nãoconseguiu dar prosseguimento àboa prova. Sofreu com a estratégia equivocada da Brawn e ainda por cima, teve problemas com a bomba de combustível em seu pit stop.

Na sétima colocação, o bicampeão mundial Fernando Alonso, que faz o que pode com sua Renault, que conseguiu apertar no fim da prova os dois carros da líder e sensação Brawn. E, fechando a zona de classificação, o finlandês Kovalainen da McLaren, que diferentemente de seu companheiro de equipe, foi bem consistente e conseguiu levar a fraquíssima McLaren 2009, sem os melhoramentos do carro de Hamilton, aos pontos.

Destaque nesta corrida também para as possíveis despedidas de Bourdais e Nelsinho Piquet. Boa sorte a eles caso as demissões realmente ocorram e que tenham sucesso no caminho que trilharem em diante.

PS. Como não poderia deixar de ser, tenho um pitaco ao Nelsinho. Na propaganda da Renault, geralmente veiculada antes das provas e treinos da F1, aparece um garoto que sempre pede para dirigir um carro da montadora francesa. Caso se confirme a demissão, será que Nelsinho não poderia ser o ator que pede para dirigir? Com Briatore no papel de dono do carro, Nelsinho sempre perguntaria: "Posso dirigir?". Digo isto em tom de brincadeira, mas, é sempre ruim ver um brasileiro sair da F1 desta forma, como poderá acontecer. Sorte a ele.

Grande abraço.

Deyvison Nascimento

7 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

que droga o Webber venceu!
ma so nico Correu muitoooooo, se ele largasse em décimo primeiro vencia!rs

Pinheirinho disse...

Na corrida deste domingo, Rubinho assumiu a ponta após a largada, mas perdeu a chance de vencer devido a uma série de problemas, naufragou devido a uma estratégia de três pit stops, uma falha na mangueira de reabastecimento na sua segunda parada e o desgaste excessivo dos pneus traseiros de seu Barwn.
Max Webber conquistou com autoridade no Grande Prêmio da Alemanha sua primeira vitória na Fórmula 1.
Felipe Massa comemorou seu primeiro pódio na temporada e creditou parte do resultado à eficiência do Kers.
Pinheirinho é divulgador cultural é maranhense, a partir de Brasília. - E-mail: pinheirinhoma@hotmail.com

F-1 A.L.C. disse...

na verdade a gente tem pra falar bem de muitos pilotos neste GP. não faltou competência

a grande façanha do rubens foi aquela largada de primeira, mais o mérito não vingou por não ter ultrapassado massa. mesmo assim, comparada com a largada em australia, tá muito bom!!

o massa voltou!!! tava ali no podio, prova viva que a Ferrari existe!!!

Ron Groo disse...

Bebida poderosa esta, deu asas até ao canguru...

Leandrus disse...

Cara, pior que quando eu vi o comercial da Renault ontem eu pensei igualzinho a você! Até comentei isso no meu Twitter, tá lá como prova! rs

Destaque nessa corrida pro Massa, que tava merecendo um pódio nessa temporada. Desde o começo do ano estava tirando o máximo que podia do carro, mas estava sendo traído pela própria Ferrari, que o fez abandonar em 2 GPs e tirou pontos preciosos dele na Espanha. Hoje, novamente largou muito bem, foi consistente e conseguiu domar Vettel e Barrichello.

Ateh!

Felipe Maciel disse...

Rapaz, eu pensei exatamente o mesmo que você naquele comercial. Só troquei a resposta e os personagens:

Piq: Posso dirigir?
Bria: Não!

Que maldade nossa.

Acho que o Nelsinho se sustenta, mas Bourdais roda. Pena, gostava do francês...

kimi_cris disse...

O Webber estava simplesmente imparavel.

Grande Abraço!

Kimi_Cris