segunda-feira, 7 de abril de 2008

Toyota, quarta força ?


Mesmo estando atrás da Williams no Mundial de Construtores a Toyota ganha espaço e vai querendo se consolidar como a quarta força da temporada 2008.

No GP da Malásia, com um carro muito equilibrado, o italiano Jarno Trulli conseguiu uma bela 4º posição e agora no Bahrein levou a Toyota a um ótimo 6º lugar. Mas para que esse posto de quarta força seja consolidado é necessário a participação efetiva do alemão Timo Glock na zona de pontuação. Está certo que Trulli é um ótimo piloto, com uma grande experiência na categoria, mas uma andorinha só não faz verão. Até agora o alemão não mostrou pra que venho, passou da hora dele começar a ajudar a sua equipe nessa briga.

A Toyota está fazendo um bom trabalho e acredito muito na evolução da equipe ao longo da temporada. Que a partir da Espanha o Glock possa pilotar de verdade e dar uma ajudinha pra sua escuderia.

Abraços!

Leandro Montianele

4 comentários:

Rodrigo Morano disse...

A Toyota e a BMW são com certeza as surpresas positivas deste ínicio de campeonato. Desde a pré temporada ninguém dava nada para elas. Agora vem mostrando uma evolução gigantesca.
Agora esse Timo Glock não faz nada que o Ralf Schumacher não fazia.
Abraços.

Blog F1-V8 disse...

Realmente, a Toyota chegou de fininho e parece ganhar forças nessa temporada. Boa parte deste crédito eu daria ao Trulli, já que o Glock ainda está se adaptando... Acho que quem fazia mal à Toyota era o Ralf Schumacher... hehehehe

Bruno disse...

Muito boa a matéria, a Toyota realmente vem se tornando a quarta força da F1. E isso é o resultado de um trabalho sério feito pelos japoneses desde um ano antes de entrar na F1 (não lembro o ano). Vale lembrar também que o trabalho teve uma ajuda do mineiro Cristiano daMata.

Acrescentei seu link no site.
Abraço

Marcos 5-3-3 disse...

Depois dos rios de dinheiro que os japoneses enfiaram na equipe, alguma coisa tinha que melhorar.
E espero realmente que façam bonito esse ano, eles merecem.
Também concordo com o V-8, (i)"Acho que quem fazia mal à Toyota era o Ralf Schumacher"